Revista Literária CNSA

Um olhar sobre da segunda metade da literatura do século XIX do alunos do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora

A poesia de Alphonsus de Guimaraens

A poesia de Alphonsus de Guimaraens é marcadamente mistica e envolvida com religiosidade católica. Seus sonetos apresentam uma estrutura clássica, e são profundamente religiosos e sensíveis na medida em que ele explora o sentido da morte, do amorimpossível, da solidão e da inaptação ao mundo.

Contudo, o tom místico imprime em sua obra um sentimento de aceitação e resignação diante da própria vida, dos sofrimentos e dores. Outra característica marcante de sua obra é a utilização da espiritualidade em relação à figura feminina que é considerada um anjo, ou um ser celestial, por isso, Alphonsus de Guimaraens é neo-romântico e simbolista ao mesmo tempo, já que essas duas escolas possuem características semelhantes.

Sua poesia é quase toda voltada para o tema da Morte da Mulher amada. Embora preferisse o verso decassílabo, chegou a explorar outras métricas, particularmente a redondilha maior (terminado em sete sílabas métricas).

No soneto, de Alphonsus de Guimaraens, nele podemos perceber que se trata de uma paixão onde ele senti uma saudade daquele amor no qual a mulher e considerada como uma divindade. No soneto podemos perceber que ele esta muito confuso e tem muita duvida em relação ao dia exato e momento em que a encontrou pois isso para ele pouco importa, vemos também que ele depois a perde e ele não sabe quando foi, pois para ele não importa já que é um simples nome, ele só sabe que a perdeu, também podemos perceber no soneto que tem uns traços de “morte e fé”,ja que ele fala”Que saudades de amor na aurora do teu rosto!Que horizonte de fé…”e “…Brilhasse o Sol que importa? Ou fosse o luar já morto”.

Nós podemos comparar esse poema com o nosso dia a dia, estamos sempre se importando com as outras coisa e só paramos pra perceber que esquecemos coisas importante quando as perdemos ou sentimos a sua falta, e ela esta muito ligada a nossa rotina,assim como a de todo o mundo, pois estamos focados em coisas menores que não merecem toda essa essa atenção e isso acabam nos suprindo de momentos onde nos sentiremos falta e nos no final os achamos menos importantes pois ele fariam parte e uma coisa maior onde nos não tivemos pois ,eles foram deixados de lado e só nos importamos no final com a coisa maior,e com isso só estamos enganando a nos mesmo. isso ocorre muito em relações,pois agente se preocupa muito só com sigo e acabamos não valorizamos o outro, não valorizando a nossa relação direito ou menos do que devia ,e isso e errado pois o outro a partir do memento em que nos deixamos de ser só um,o outro passar a fazer parte nos, e como sempre só nos damos conta disso quando já não a temos mas ,e nos sentimos saudade da outra gerando dor, sofrimento, tristeza e solidão.

 

Anúncios

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: