Revista Literária CNSA

Um olhar sobre da segunda metade da literatura do século XIX do alunos do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora

Lima Barreto

Lima Barreto (1881-1922) foi um escritor de seu tempo e de sua terra. Anotou e registrou, asperamente, quase todos os acontecimentos da República. A paixão de Lima Barreto por sua cidade, o Rio de Janeiro, com seus subúrbios, sua gente pobre e seus dramas humildes, também está presente nas obras do escritor, assim como a crítica a figuras da classe média que lutam desesperadamente para ascender socialmente ou a políticos da época, sarcasticamente retratados, pela mania de ostentação, pelo vazio intelectual e pela ganância.

 Algumas características das obras de Lima Barreto:

 

  • Mostra consciência da realidade brasileira.
  • Seu nacionalismo é o da vontade de ver o progresso do país.
  • Critica o nacionalismo ufanista e utópico, deixado como herança do Romantismo.
  • Critica o preconceito racial.
  • Sua famosa obra é Triste Fim de Policarpo Quaresma, onde o personagem é um afigura queixosa, imagem de um
    nacionalismo absurdo que leva à análise e ao humor.
Anúncios

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: