Revista Literária CNSA

Um olhar sobre da segunda metade da literatura do século XIX do alunos do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora

Principais Obras (não-infantis) de Monteiro Lobato

 -Urupês

Publicado em 1918, Urupês é basicamente uma série de 14 contos,tendo como ênfase a vida cotidiana do caboclo,através de seus costumes crenças e tradições.
Onde apresente a figura do Jeca Tatu, o caboclo típico e preguiçoso.
Faz um critica fecunda ao Brasil rural e pouco desenvolvido,principalmente a indolência, a preguiça,o comodismo levando ao desinteresse desse tipo de individuo ( Jeca Tatu),seja pelos seu futuro,seja pelos seus direitos,bem pelos acontecimentos históricos e políticos da pátria e, por conseguinte, da sociedade em que ele vive. Têm, geralmente, um final trágico e inesperado.

O escândalo do Petróleo

O Escândalo do Petróleo foi escrito e publicado em 5 de agosto de 1936 pela Editora Nacional. Os 5 mil exemplares sumiram como pão quente. Em 14 de agosto, soltaram uma segunda edição com mais 5 mil que também desapareceram, levando os editores a lançar a terceira edição, com dez mil exemplares. O livro tinha uma dedicatória às Forças Armadas brasileiras: “Exércitos, marinhas, dinheiro e mesmo populações inteiras nada valem diante da falta de petróleo”. O livro é um protesto indignado contra a burocracia federal que “não perfura, nem deixa que se perfure” para encontrar petróleo, e uma denúncia à ação das grandes empresas estrangeiras assim como à submissão de nossas elites aos interesses delas. Quando reunido nas obras completas da Brasiliense, esse livro já estava na sua décima edição. O Ferro completa esse volume com o relato da luta de Lobato para o uso de soluções brasileiras para a exploração do minério do ferro. Para ele, Volta Redonda não era a solução mais apropriada, e defendia que o grande futuro da nossa siderurgia estava na redução dos óxidos de ferro em baixa temperatura. A primeira edição desse livro é de 1931 e foi outro grande sucesso de vendas. No prefácio do volume que reúne esses dois livros, o editor, Caio Prado Jr., destaca que “o seu pensamento (de Lobato) não ficou pairando no mundo dos sonhos e dos projetos e prédicas. Transformou-se em ação; e seu ideal de melhorar a sorte do povo brasileiro, de regenerar o seu Jeca Tatu, materializou-se num negócio de grandes perspectivas e amplas possibilidades”.

Anúncios

Navegação de Post Único

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: